banner2012

banner natureza viva 2

 

A palavra certa para caracterizar o tempo de crise que estamos a viver é “violência”. A questão não é unicamente sobre o que o ser humano tem feito ao meio ambiente, mas o que a degradação do ambiente tem feito à humanidade. Há um estado de doença geral que contamina a relação connosco próprios, com a Natureza e as suas criaturas. Estamos fragilizados, anímica, física, emocional e mentalmente.

O nosso modo de vida actual distancia-nos da natural conexão com o meio ambiente que a Ecologia Profunda e o Yoga descrevem. Não é o mundo que está doente, mas a nossa forma de pensarmos e de nele vivermos. É absolutamente urgente repensar a ideia de Natureza, pois a crise ambiental é fruto desta infeliz não-aliança entre a humanidade e a Natureza.

Nesse sentido, faremos uma sintética abordagem histórica do pensamento humano face à Natureza e ao Planeta Terra, Gaia, e da sua tímida vitória em prol do reconhecimento do seu valor intrínseco, de per si, como o grande e belo ser vivente, o berço feminino de toda a vida terrestre, independentemente da sua utilidade para o ser humano.

Conheceremos paralelamente a perspectiva do Yoga, reflectindo sobre o contexto cultural onde se desenvolveu, a estratificação social matriarcal das suas comunidades, os seus mitos, assim como os seus princípios e técnicas, de forte pendor ecológico, que facilitam a transformação da personalidade e da consciência humana. Transformarmo-nos é o grande lema do séc. XXI.

Procuraremos, assim, compreender a Terra como uma entidade viva, despertando a memória de uma íntima ligação cósmica, reconhecendo a experiência intuitiva de interconectividade que promove a ressacralização da Natureza Viva.

 

Data: 15 de Abril

Hora: 20:30h às 22:30h


Local: Áshrama do Rato – Centro do Yoga
Largo do Rato, 1º   1250-186 Lisboa

Contribuição
Sócios: 10€
Não sócios: 15€

Inscrições
- Preencher o formulário https://forms.gle/V8MtV7wDwRoMs6RFA

- ou enviar mail para This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Orientação de Paula Morais

Paula Morais (Indra Deví) começou a praticar Yoga em 1995 nas frescas serras de Belmonte. Em 1998 optou por praticar de uma forma disciplinada e contínua, já em Lisboa. Realizou o curso da Confederação Portuguesa do Yoga para instrutores do Yoga (6 anos), o de professor do Yoga (4 anos) e o de Mestra do Yoga (4 anos) num total de 14 anos. Neste momento está a terminar a sua tese de Mestra do Yoga com o lançamento de um livro sobre Yoga, Sámkhya e Ecologia.
Licenciada em Filosofia pela Faculdade de Letras de Lisboa, Mestrado em Ética com uma tese sobre as leis da correcta accção no Yoga – os Yama e Niyama de Patañjali pela Universidade Nova de Lisboa. Aguarda a defesa da sua Tese de Doutoramento em Filosofia pela Faculdade de Letras de Lisboa, com o título: “Princípios Filosóficos do Yoga e do Sámkhya – Pistas para uma ecologia cósmica no terceiro milénio.”
Praticante de Yoga, ensina Yoga desde 2003 e é Directora do Áshrama do Rato – Centro do Yoga, em Lisboa.
É Directora da Revista Internacional do Yoga Om Yess, publicada em português, inglês e espanhol (11 números).
Interessa-se também por literatura, ecologia, estudos do feminino, teatro, sendo Directora do Grupo de Teatro Amador Máyá da Confederação Portuguesa do Yoga, tendo já apresentado mais de 20 espectáculos

 

Created jtemplate joomla templates

facebook-icon